Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Início do conteúdo

Rio Grande Agroecológico

 Rio Grande Agroecológico - Plano Estadual de Agroecologia e de Produção Orgânica (Pleapo/RS)
Rio Grande Agroecológico - Plano Estadual de Agroecologia e de Produção Orgânica (Pleapo/RS)

Rio Grande Agroecológico - Plano Estadual de Agroecologia e de Produção Orgânica (Pleapo/RS)  é o primeiro plano gaúcho que tem como foco a agroecologia e a produção orgânica e foi construído por um comitê gestor formado por cerca de 40 instituições, entre secretarias de Estado, governo federal, universidades e organizações não governamentais (ONGs).

Coordenado pela Secretaria do Desenvolvimento Rural, Pesca e Cooperativismo (SDR), o plano conta com ações e metas para promover a produção e o consumo de alimentos saudáveis, o uso e a conservação da agrobiodiversidade, a oferta de assistência técnica e extensão rural e social e o ensino e a pesquisa de base ecológica, de maneira transversal.

O Rio Grande Agroecológico propõe ações para incentivar o protagonismo de jovens e mulheres na produção de base ecológica, estimular a troca de sementes crioulas e fiscalizar o uso de agrotóxicos no entorno de propriedades em que se cultivam alimentos orgânicos. 

O Rio Grande Agroecológico é composto por ações que serão executadas no período de 2016 a 2019, para atender aos princípios de desenvolvimento sustentável, preservação e conservação ecológica com inclusão social, segurança e soberania alimentar e diversidade agrícola, biológica, territorial, da paisagem e cultural. No Rio Grande do Sul a produção ultrapassa 10 mil hectares e são cerca de 1,2 mil famílias produzindo com qualidade orgânica comprovada 

Ações práticas do Rio Grande Agroecológico 

O que está sendo feito e as metas do plano estadual:

- 8.387 projetos produtivos e de apoio à comercialização de alimentos orgânicos financiados;

- 1.112 encontros de capacitação de agricultores e técnicos em agroecologia;

- 29 editais de apoio à produção agroecológica e assistência técnica e extensão rural e social (Aters);

- 38.340 famílias atendidas com Aters em agroecologia;

- 347 projetos de pesquisa e extensão em agricultura de base ecológica;

- 110 publicações técnicas e de divulgação para fomento da agroecologia;

- 8 Bancos Ativos de Germoplasma (BAGs) revitalizados e mantidos;

- 96 eventos de trocas de sementes crioulas e mudas;

- 132 feiras e eventos para a promoção e comercialização de alimentos orgânicos;

- 3.676 amostras de alimentos e água monitoradas quanto à presença de agrotóxicos. 

Instituições com ações no Rio Grande Agroecológico 

Secretaria do Desenvolvimento Rural, Pesca e Cooperativismo (SDR), por meio de sua conveniada Emater/RS-Ascar; Secretarias do Planejamento, Mobilidade e Desenvolvimento Regional; da Educação; da Saúde; do Ambiente e Desenvolvimento Sustentável; da Agricultura, Pecuária e Irrigação; Fundação Estadual de Proteção Ambiental Henrique Luiz Roessler (Fepam); Fundação Estadual de Pesquisa Agropecuária (Fepagro); Instituto Rio Grandense do Arroz (Irga); Universidade Estadual do Rio Grande do Sul (UERGS); Banrisul; Centrais de Abastecimento do Rio Grande do Sul (Ceasa/RS); Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa); Embrapa Clima Temperado; Empresa Uva e Vinho; Ministério do Desenvolvimento Agrário; Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS); Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul (IFRS); Universidade Federal de Pelotas (UFPel); Universidade Federal do Pampa (Unipampa); Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra); Associação Gaúcha Pró-Escolas Famílias Agrícolas (Agefa).

Vídeos

O Rio Grande Agroecológico elaborou vídeos para chamar atenção dos consumidores com objetivo de divulgar a importância alimentícia e ecológica de espécies nativas, como açaí-juçara, butiá, erva-mate e pinhão, tradicionalmente manejadas ou cultivadas, promovendo conhecimento, uso e conservação da sociobiodiversidade. 

00:00:00/00:00:00

Rio Grande Agroecológico - Frutas Nativas

Rio Grande Agroecológico - Frutas Nativas Texto: Marli Guimarães e Sabrina Milano Vaz Roteiro: Maria Alice Lussani e Rodrigo "DMart" Martins Imagens: Acervo da Secretaria do Desenvolvimento Rural, Pesca e Cooperativismo (SDR) Edição: Rodrigo "DMart Crédito: Imprensa SDR-RS

O segundo vídeo trata das PANCs - as Plantas Alimentícias Não Convencionais - ainda pouco conhecidas, como açafrão-da-terra, crem, hibisco e ora-pró-nóbis, que podem ser amplamente utilizadas como condimentares, alimentícias e medicinais, numa diversidade de cores, sabores e aromas.

00:00:00/00:00:00

Rio Grande Agroecológico - PANCs

Rio Grande Ecológico - Plantas Alimentícias Não Convencionais (PANCs) Texto: Marli Guimarães e Sabrina Milano Vaz Roteiro: Maria Alice Lussani e Rodrigo "DMart" Martins Imagens: Acervo da Secretaria do Desenvolvimento Rural, Pesca e Cooperativismo (S Crédito: Imprensa SDR-RS

Secretaria do Desenvolvimento Rural, Pesca e Cooperativismo